what is cci in binary option binary options forex hedging como analisar a probabilidade opções binárias cara membuat akun binary option why does binary option traders don't get attention from rbi top 10 binary options trading platform in india when is the best time to trade binary options
Covid-19: RN e mais 24 capitais têm ocupação de leitos de UTI acima de 80%

Das 27 capitais do país, 25 estão com taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos igual ou superior a 80%. Em 15 delas, a taxa é superior a 90%. Os dados são do  último boletim Observatório Covid-19, da Fiocruz, publicado nessa semana. A análise traz série histórica das taxas verificadas desde 17 de julho de 2020, e alerta para o cenário crítico do país. 

O documento destaca o aumento na busca por UTIs em quase todos os estados e no Distrito Federal. Apenas o Pará saiu da zona de alerta crítico para zona intermediária, com a queda do indicador de 82% para 75% na última semana. 

Entre as capitais, Campo Grande tinha 106% dos leitos covid-19 ocupados, Porto Alegre, 102%, Porto Velho 100% e Rio Branco, 99%.  

Também são criticas as situações nas capitais: Palmas, São Luiz, Teresina, Fortaleza, Natal, Curitiba Florianópolis, Cuiabá, Goiânia e Brasília, todas com taxa de ocupação de leitos Covid também acima de 95%. 

Apenas duas capitais têm taxas inferiores a 80%. São elas Belém com 75% e Maceió, com 73%. 

Diante da situação avaliada como extremamente crítica das taxas de ocupação de leitos, que indicam sobrecarga e mesmo colapso de sistemas de saúde, os pesquisadores reforçam no boletim a necessidade de ampliar e fortalecer as medidas envolvendo distanciamento físico e social, uso de máscaras e higienização das mãos.

Nos municípios e estados que já se encontram próximos ou em situação de colapso, o boletim destaca a necessidade de adoção de medidas de supressão mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais.

Casos da covid-19 no estado do Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte soma 177.127 casos de Covid-19 e desde o início da pandemia. A doença provocou a morte de 3.806 pessoas no estado. Outros 819 óbitos estão sob investigação, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quarta-feira (10).

O número de internados atingiu novo recorde: 946 pacientes.

São 575 internados na rede pública e 371 na privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 85,8% na rede pública e segue em 100% na rede privada.

Em relação ao boletim de terça-feira (9), são 1.424 novos casos e 29 mortes a mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *