gomarkets binary option on mt4 platform abrir uma conta de opções binárias oque é martin gain opções binárias binary option trading with candlestick psychology what is meant by binary options trading mobrog คือ apostila opções binárias iniciante pdf opções binárias anderson
Em menos de 2 meses, 13 cidades do RN têm mais casos que em 2020; Em Carnaúba dos Dantas (RN) triplicou

O caso que mais chama a atenção é o de Carnaúba dos Dantas (RN), no Seridó, onde número de casos mais que triplicou. Até dezembro, o município tinha 117 notificações. Menos de dois meses após, os casos confirmados saltaram para 375, o que significa um aumento de 221%.

Tenente Laurentino Cruz (RN), na região Central do Estado, saiu de 89 casos em 2020 para 231 até a última segunda-feira (22). Jardim do Seridó (RN), que tinha 370 casos, passou para 895, no mesmo período.

Dos 167 municípios potiguares, 45 tiveram aumento de ao menos 50% de casos nos dois primeiros meses de 2021, em comparação com todo o ano de 2020. Entre eles, destacam-se cidades populosas como Tibau do Sul (RN) (66%), Santa Cruz (RN) (57%), Patu (RN) (55%), Currais Novos (RN) (55%) e Extremoz (RN) (50%).

Somente o município de Barcelona não registrou nenhum caso em 2021, e continua com as mesmas 41 notificações que tinha em 31 de dezembro do ano passado.

Natal teve aumento de 31% dos casos em relação ao registrado em dezembro. A capital potiguar passou de 34.453 para 45.125. Parnamirim, na região metropolitana, teve crescimento de 45% dos casos, que passaram de 10.606 para 15.395. A região está com praticamente todos os leitos críticos para covid ocupados.

Mossoró, a segunda maior cidade do estado, teve crescimento de 27% na quantidade de casos, passando de 10.849 para 13.823 no período.

Aumento de casos confirmados de covid-19 em cidades do RN

Fonte: Sesap/RN

O aumento de casos refletiu na ocupação de leitos críticos que está crítica na região metropolitana de Natal. Nesta quarta-feira (24), o secretário de Saúde Cipriano Maia, afirmou que o estado vai abrir mais leitos, mas a população precisa atender aos protocolos para evitar contaminação.

G1-RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *