passo a passo opções binárias livro opções binárias guia grátis estratégia opções binárias 5 minutos melhores indicadores 2019 opções binárias most reliable candlestick pattern for binary options iron trade binary option broker binary options with allied visa indikator binary iq option
Imunização: Vacinas recebidas pelo RN até agora só dão para imunizar 10% dos idosos

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) adiou para esta terça-feira 19, às 10h, o início no Rio Grande do Norte da campanha de vacinação contra a Covid-19.

As vacinas contra a Covid-19 recebidas até agora pelo Rio Grande do Norte são suficientes para imunizar apenas 10% dos idosos que vivem no Estado, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para fechar o primeiro ciclo de imunização, o Estado precisa receber mais doses, principalmente considerando que profissionais de saúde estão no grupo prioritário, independente da idade.

Ontem (18), o Rio Grande do Norte recebeu do Ministério da Saúde 82,4 mil doses da Coronavac, o que dá para vacinar 41 mil pessoas – já que serão duas doses.

Em contrapartida, o RN tem 392 mil habitantes com mais de 65 anos, de acordo com o mais recente estudo, de 2019.

As pessoas com mais de 60 anos formam o principal grupo de risco para a Covid-19. Nesta faixa etária, a mortalidade é maior que nos outros pacientes. No Rio Grande do Norte, a maioria dos óbitos por Covid-19 entre os homens aconteceu naqueles pacientes que têm entre 70 e 74 anos de idade. Já entre as mulheres, são mais afetadas as que têm mais de 80 e menos de 84 anos de idade.

Para regular a distribuição das vacinas, o Governo do Rio Grande do Norte criou um sistema no qual as pessoas interessadas em receber a vacina podem se cadastrar na plataformaRN+vacina. Até as 16h45 desta segunda-feira, o sistema havia recebido 100 mil cadastros.

Link: https://maisvacina.saude.rn.gov.br/cidadao/

Para se cadastrar, é necessário informar dados pessoais, como nome completo, CPF, endereço e número de telefone, além de apontar se possui comorbidades que enquadrem a pessoa no grupo de risco para o novo coronavírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *